quinta-feira, 28 de abril de 2011

Ódio não. Mas odeio.

Odeio por não me abraçar em público e não me tocar.
Odeio quando me diz o que quero ouvir só pra me ver sorrir.
Odeio quando você mente e
Odeio a força dos seus dentes.
Odeio não poder te ligar só pra te contar.
Odeio não estar em todos os seus tempos.
Odeio duvidar e não te escutar.
Odeio por me fazer chorar e não conseguir compartilhar.
Odeio tanto por não me querer e também não me ceder.
Odeio o fato de mesmo assim não conseguir te odiar, nem só pra experimentar.

*Idéia baseada no filme “10 coisas que odeio em você”, adaptado pra você, com amor!

domingo, 17 de abril de 2011

The Killers - Lollapalooza

Demorei pra escrever sobre isso... mas é que foi realmente muito especial.


Não foi um capricho, apenas uma loucura, ou uma “despirocada” insana. Foi um presente.


Não era um show. Era a Banda. Não era uma viagem. Era um evento. Tudo fazia parte, desde o início, um ritual. E lógico, muitas barreiras transpassadas. Tinha tudo pra não dar, mas deu. Curtimos cada momento, tiramos proveito de todos eles, dos melhores e... digamos dos não tão bons. E rimos, claro! (Como sempre)

Destino: Santiago, Chile. A viagem foi digamos que comprida: 12 horas parados em carrasco, não, parados é gentileza, presos na verdade... Sem poder sair do aeroporto nem pra um cigarro, um ar, uma água. Exato, não tinha uma cafeteria nem para uma água. Nossa única e acertada decisão foi pagarmos U$40 para desfrutarmos do espaço “Dinners” onde podíamos comer uns petisquinhos, beber a vontade, ver TV, acessar a net e até tirar um cochilo no espaço “relax”. Lógico, bebemos cerveja até às 4h quando nossos corpos se renderam ao sono... Bom, isso foi a ida.

O local: O albergue era ótimo e ainda a menos de 20 min. a pé do Parque O´Higgins, palco do Lollapalooza. Bom, poupando os detalhes, entramos por volta das 18h... O espaço VIP open bar se referia, na verdade, a sanduiches, salgadinhos e espetinhos de frutas circulando por todo momento + 2 cervejas por pessoa + uma dose de whisky. Isso, era esse diferencial da ala VIP. Era isso que eles julgavam o suficiente de bebida para nós nos divertimos... Definitivamente não nos conheciam... O pessoal da geral se contentava com água e refrigerante! Exato, nessa hora também pensei nisso: “Imagina isso no Brasil”. Ah! E antes que se perguntem: Não, não tinha nem vendendo. Mesmo que quisesse, não tinha onde comprar! Mas... o parque era delicioso, o clima estava fantástico e o pôr-do-sol fabuloso!

O Show: Genial. Como imaginávamos. Achamos que veríamos lá da ala vip, sossegados, mas já na primeira música fomos nos enfiando lá pra frente. No final, anestesiada, ainda me colocam no back stage, exato, nos containers atrás do palco pertinho da banda... mas minha “caipirice” não me deixou chegar a tempo de vê-los... peguei só o último mas que ainda me rendeu uma foto. Não conseguia falar nada, estava sem reação, minhas pernas tremiam e não sabia pra onde olhar... Fechou com chave de ouro! E de anestesiada fui para o embasbacada! Parecia uma morta viva, tentando assimilar tudo aquilo, meio sem reação, ainda desacreditando, sonhando acordada... E assim fiquei acho que por mais umas horas... ou diria até o dia seguinte mesmo...

A volta: Sim, também com seus contra-tempos, muito cansaço, uma certa anestesia mas agora já consciente, agradecidos e.... e.... bom, não sei ainda... as vezes nos pego lembrando disso e acho que ainda não encontramos uma palavra... o mais perto acho que seria “Fabolous”. Bom, resumindo: a melhor maneira de iniciar meus 30! Imagina o que não vem por ai!!! A banda tinha que ser essa. A companhia não podia ser outra. E Chile foi o palco perfeito!




Lollapalooza - Santiago, Chile - 02/04/11



When You Were Young -The Killers - You sit there in your heartache Waiting on some beautiful boy To save you from your old ways You play forgiveness Watch it now- here he comes He doesn't look a thing like Jesus But he talks like a gentlemen Like you imagined when you were young Can we climb this mountain I don't know Higher now than ever before I know we can make it if we take it slow Let's take it easy Easy now, watch it go We're burning down the highway skyline On the back of a hurricane that started turning When you were young When you were young And sometimes you close your eyes and see the place where you Used to live When you were young They say the devil's water, it ain't so sweet You don't have to drink right now But you can dip your feet Every once in a little while You sit there in your heartache Waiting on some beautiful boy To save you from your old ways You play forgiveness Watch it now- here he comes He doesn't look a thing like Jesus But he talks like a gentlemen Like you imagined when you were young When you were young I said he doesn't look a thing like Jesus He doesn't look a thing like Jesus But more than you'll ever know





video


video






video

domingo, 10 de abril de 2011

Ser 30


Bom, difícil explicar o que é fazer 30 anos, mas se o Jabor estiver certo, e acho que está, quero ser 30 pra sempre!



"Á medida que envelheço, e convivo com outras, valorizo mais as mulheres que estão acima dos 30. Estas são algumas razões do porquê: - Uma mulher de 30 nunca o acordará no meio da noite para perguntar: "O que você está pensando?" Ela não se importa com o que você pensa, mas se dispõe de coração se você tiver a intenção de conversar. - Se uma mulher de 30 não quer assistir o jogo, ela não fica à sua volta resmungando. Ela faz alguma coisa que queira fazer. E, geralmente é alguma coisa bem mais interessante. - Uma mulher de 30 se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer. Poucas mulheres de 30 se incomodam com o que você pensa dela ou sobre o que ela está fazendo. - Mulheres dos 30 são honradas. Elas raramente brigam aos gritos com você durante a ópera ou no meio de um restaurante caro. É claro, que se você merecer, elas não hesitarão em atirar em você, mas só se ainda sim elas acharem que poderão se safar impunes. - Uma mulher de 30 tem total confiança em si para apresentar-te para suas melhores amigas. Uma mulher mais nova com um homem tende a ignorar mesmo sua melhor amiga porque ela não confia no cara com outra mulher. E falo por experiência própria. Não se fica com quem não se confia, vivendo e aprendenndo né??? - Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem. Você nunca precisa confessar seus pecados para uma mulher com mais de 30. Elas sempre sabem. - Uma mulher com mais de 30 fica linda usando batom vermelho. O mesmo não ocorre com mulheres mais jovens. - Mulheres mais velhas são diretas e honestas. Elas te dirão na cara se você for um idiota, se você estiver agindo como um! - Você nunca precisa se preocupar onde você se encaixa na vida dela. Basta agir como homem, e o resto deixe que ela faça. - Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 por um "sem" número de razões. Infelizmente, isso não é recíproco.Para cada mulher de mais de 30, estonteante, inteligente, bem apanhada e sexy, existe um careca, velho, pançudo em calças amarelas bancando o bobo para uma garçonete de 22 anos. Senhoras, eu peço desculpas: Para todos os homens que dizem, "porque comprar a vaca se você pode beber o leite de graça?", aqui está a novidade para vocês: Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento, sabe por quê? Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça. Nada mais justo." Arnaldo Jabor.